Novidades

Fashion Revolution: consumo consciente e sustentabilidade em pauta

O movimento visa conscientizar pessoas sobre impactos ambientais e sociais, fomentando a transparência entre quem produz e consome moda

Celebrada todo ano, a Fashion Revolution Week tem início em 24 de abril, data em que ocorreu o desabamento do edifício Rana Plaza em Bangladesh, que causou a morte de 1.134 trabalhadores da indústria da confecção, e deixou 2.500 feridos em 2013. As pessoas trabalhavam para marcas globais, em condições análogas à escravidão.

Mulher segurando placa com a mensagem Fashion Revolution

O movimento criado por profissionais da área da moda que se sensibilizaram com a tragédia visa fomentar a transparência das marcas para com os consumidores, protegendo e valorizando as pessoas por trás das nossas roupas, sapatos e acessórios, além de colocar em pauta os impactos ambientais que a indústria fashion causa.

COMO IMPLEMENTAR HÁBITOS SAUDÁVEIS DE CONSUMO

#QUEMFEZMINHASROUPAS

A hashtag é incentivada pelo movimento Fashion Revolution e visa atingir tanto os produtores e marcas, para que mostrem seus funcionários e os valorize, quanto para quem consome, para que se questione sobre seu consumo e se aquele produto exposto não vale a vida ou o sofrimento de alguém.

Estilista em seu ateliê trabalhando em coleção de moda sustentável

Além de sempre questionar #quemfezsuasroupas e optar por marcas que priorizam uma relação saudável e transparente entre seus colaboradores e clientes, é preciso ter consciência que o consumo desenfreado prejudica o meio ambiente, e nos tempos em que vivemos essa conscientização é extremamente necessária.

Frase de Eco Alf: 'Não há necessidade de ter tudo. Apenas faça o melhor com o que você tem'.

Autoconhecimento é muito importante quando falamos em moda, já que ao reconhecer quem somos e o que queremos, sabemos as coisas que fazem parte do nosso estilo, e assim, consumimos de maneira consciente e inteligente, otimizando o que já temos.

OPÇÕES INTELIGENTES: DRESS&GO

É comum comprarmos peças e as usarmos apenas uma vez: um bom exemplo são os vestidos de festa, que ficam parados no armário sem utilidade. Uma solução para evitar o consumo desnecessário e contribuirmos com a comunidade e ambiente, é o aluguel de roupas. Os preços são mais acessíveis que roupas compradas ou sob medida.

Vestidos de Festa Dress&Go
Instagram/ @dress_and_go

A Dress&Go, a maior plataforma online de aluguel de vestidos de festa de grifes, pioneira do consumo consciente no Brasil, permite que você alugue looks de mais de 100 marcas {que vão de Roberto Cavalli a Patrícia Bonaldi!} por uma fração do valor original. E você também pode ganhar uma graninha extra, deixando os seus vestidos que estão parados no guarda-roupas para alugar! Incrível, né?

E para engajar ainda mais mulheres nesta semana, nós garantimos um cupom de desconto de 15% OFF especial para você alugar qualquer vestido do site até o final de maio! É só digitar “PARAISOFEMININO” no campo de desconto e pronto! 
Para te inspirar selecionamos vestidos incríveis. Confira!

Modelos de Vestidos de Festa para Aluguel. Loja Dress&Go

Independente do seu estilo, um armário cheio de roupas não é útil: a maioria das pessoas utiliza apenas 20% das peças que tem; é preciso otimizá-las e combiná-las entre si. A estilista Vivienne Westwood tem uma frase que reflete muito bem essa linha de pensamento: “compre menos, gaste bem, faça durar”.

'Compre menos, escolha bem, fala durar' - Vivienne Westwood

Quando for comprar, questione-se, seja curioso e faça algo a respeito. Vamos valorizar quem faz a moda acontecer, já que ela é um importante instrumento de expressão da nossa sociedade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *